15 de dezembro de 2020

Salmos 136

1. Dai graças ao Senhor, porque ele é bom; porque a sua benignidade dura para sempre.
2. Dai graças ao Deus dos deuses, porque a sua benignidade dura para sempre.
3. Dai graças ao Senhor dos senhores, porque a sua benignidade dura para sempre;
4. ao único que faz grandes maravilhas, porque a sua benignidade dura para sempre;
5. àquele que com entendimento fez os céus, porque a sua benignidade dura para sempre;
6. àquele que estendeu a terra sobre as águas, porque a sua benignidade dura para sempre;
7. àquele que fez os grandes luminares, porque a sua benignidade dura para sempre;
8. o sol para governar de dia, porque a sua benignidade dura para sempre;
9. a lua e as estrelas para presidirem a noite, porque a sua benignidade dura para sempre;
10. àquele que feriu o Egito nos seus primogênitos, porque a sua benignidade dura para sempre;
11. e que tirou a Israel do meio deles, porque a sua benignidade dura para sempre;
12. com mão forte, e com braço estendido, porque a sua benignidade dura para sempre;
13. àquele que dividiu o Mar Vermelho em duas partes, porque a sua benignidade dura para sempre;
14. e fez passar Israel pelo meio dele, porque a sua benignidade dura para sempre;

15. mas derrubou a Faraó com o seu exército no Mar Vermelho, porque a sua benignidade dura para sempre;
16. àquele que guiou o seu povo pelo deserto, porque a sua benignidade dura para sempre;
17. àquele que feriu os grandes reis, porque a sua benignidade dura para sempre;
18. e deu a morte a reis famosos, porque a sua benignidade dura para sempre.
19. a Siom, rei dos amorreus, porque a sua benignidade dura para sempre;
20. e a Ogue, rei de Basã, porque a sua benignidade dura para sempre;
21. e deu a terra deles em herança, porque a sua benignidade dura para sempre;
22. sim, em herança a Israel, seu servo, porque a sua benignidade dura para sempre;
23. que se lembrou de nós em nossa humilhação, porque a sua benignidade dura para sempre;
24. e nos libertou dos nossos inimigos, porque a sua benignidade dura para sempre;
25. que dá alimento a toda a carne, porque a sua benignidade dura para sempre.
26. Dai graças ao Deus dos céus, porque a sua benignidade dura para sempre.